Notícias / Desenvolvimento
Publicado em: 28/01/2019 às 14:44
Representantes de Campina Grande visitam município para conhecer a Zona Azul de Araras
Comitiva se surpreendeu com sistema tecnológico e seguro usado em Araras e que foi inspirado nas cidades mais modernas do mundo; essa não é a primeira vez que a Administração Municipal é modelo para outras cidades

 

A Zona Azul de Araras foi apresentada na manhã desta segunda-feira (28) aos representantes da Prefeitura de Campina Grande. As autoridades do estado da Paraíba visitaram as instalações da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico com o objetivo de conhecer o sistema de gerenciamento de vagas de estacionamento rotativo que está em funcionamento no município há mais de um ano.

A comitiva de Campina Grande foi recepcionada pelo prefeito de Araras – Júnior Franco; e pelos secretários municipais da Administração – Bruno Roza e de Desenvolvimento – Felipe Castro. Da Paraíba, esteve presente o prefeito – Romero Rodrigues; o superintendente do Trânsito e Transporte Público Félix Araújo Neto; o gerente de Tecnologia – Gennyson Lima; e a presidente da Comissão de licitação da Prefeitura – Polyanna Loreto.

Na ocasião, o grupo ficou interessado pelo sistema inovador usado em Araras permite a fiscalização do estacionamento com sistema virtual e a cargo da Guarda Civil Municipal, que usam aparelhos que efetuam a verificação pelo emplacamento do veículo da validade do tíquete. Campina Grande até conta com o serviço de estacionamento rotativo, mas totalmente administrado por entidades.

Outro fator importante e muito elogiado e pontuado na reunião, foi com a municipalização da Zona Azul – que oferece mais segurança aos usuários e aos comerciantes, com a presença constante da Guarda Civil Municipal para fiscalização. De acordo com dados, a atuação da GCM na Zona Azul praticamente eliminou a criminalidade na região central. Vale ressaltar que esses guardas municipais que atuam na Zona Azul foram contratados exclusivamente para essa função, ou seja, o policiamento nas demais regiões da cidade não foi afetado.

A arrecadação da Zona Azul é revertida para pagamento das despesas operacionais e investimentos no próprio trânsito. Há também o caráter social do serviço, pois todo o valor arrecadado no segundo sábado de cada mês é revertido para o Fundo Social de Solidariedade.

“Estamos muito contentes, pois, mais uma vez, fomos exemplo neste sistema de vagas rotativas. O objetivo principal da nossa Zona Azul é democratizar as vagas, o que permite que mais motoristas usem o espaço público. Sem falar na tecnologia, que tudo pode ser feito pelo celular, seja comprar, pagar, renovar e regularizar este tíquete. Há, também, quem prefira comprar os bilhetes, que estão sendo vendidos em 60 pontos como lojas e lanchonetes da região central do município”, comentou o prefeito Júnior Franco.

Esta não é a primeira vez que a Prefeitura de Araras é modelo para outras cidades da região. Em 2018, representes da Prefeitura de Mogi Mirim visitaram a cidade para conhecer o sistema implantado.

 

Zona Azul de Araras

Comandada pela Digipare, no aplicativo para pagamento são aceitas todas as bandeiras de cartões de crédito e débito. Caso prefira, o motorista ainda pode emitir um boleto bancário. Para ter acesso às facilidades é preciso apenas cadastrar o CPF no sistema Digipare (seja pelo site www.digipare.com.br ou diretamente no app).

Para os motoristas que preferem pagar com dinheiro, a cidade de Araras já conta com mais de 60 postos de venda. É possível conferir os endereços no link https://www.digipare.com.br/Araras/Index.

Sem prazo de validade, os créditos adquiridos podem ser usados a qualquer momento nos municípios onde o sistema Digipare já está em funcionamento. Veja a lista em http://digipare.com.br/Home/Cidades.

Outra novidade foi à implantação da chamada Área Verde, que permite o estacionamento na vaga por até 4 horas (240 minutos). Nas demais vagas da Zona Azul o tempo máximo é de 2 horas (120 minutos).

Para a fiscalização de trânsito, é importante que o motorista sempre esteja atento à placa do veículo informada no ato da emissão do tíquete, seja pelos meios digitais ou nos postos de venda.

O aplicativo é o jeito mais fácil de pagar pelo serviço e está disponível para os sistemas operacionais iOS e Android, e pode ser baixado diretamente na loja de download ou no site da Digipare.

Caso prefira, o motorista cadastrado no sistema Digipare pode ainda emitir o tíquete enviando um SMS ou pelo telefone 0800. É possível também cadastrar mais de um veículo no Digipare.

Em caso de dúvidas o motorista deve consultar o SAC da Digipare: 0800-941-3444. Digite a opção 0 para falar com um atendente. Ou pelo e-mail: contato@digipare.com.br.

 

Secom/Prefeitura de Araras