Notícias / Saúde
Publicado em: 11/05/2021 às 12:10
“Dia da Luta Antimanicomial” acontece no próximo dia 18
Criado em 1987, modelo busca uma sociedade sem manicômios
Movimento da reforma psiquiátrica é amparado na Lei 10.216 de 6 de abril de 2001, nomeada “Lei Paulo Delgado”

 

No próximo dia 18 (terça-feira) é celebrado o “Dia da Luta Antimanicomial”, que tem como objetivo reformar o sistema psiquiátrico brasileiro e buscar uma sociedade sem manicômios.

A ideia do “Dia Antimanicomial” é reforçar a garantia dos direitos e cidadania de familiares e pessoas com transtornos mentais, historicamente discriminados e excluídos da sociedade.

“Diferentes categorias profissionais, associações de usuários e familiares, instituições acadêmicas, representações politicas e de outros segmentos da sociedade questionavam o modelo clássico de assistências centrado em internações em hospitais psiquiátricos, denunciando as graves violações aos direitos das pessoas com transtornos mentais e propondo a reorganização do modelo de atenção em saúde mental no Brasil, a partir de serviços abertos, comunitários e territorializados”, explicou Letícia Betini, psicóloga do CAPS (Centro de Atenção Psicossocial) II.

O movimento da reforma psiquiátrica é amparado na Lei 10.216 de 6 de abril de 2001, nomeada “Lei Paulo Delgado”, que trata da proteção dos direitos das pessoas com transtornos mentais e redireciona o modelo de assistência.

Outras informações sobre a “Luta Antimanicomial” podem ser obtidas pelo telefone 3544-5874 (CAPS II) e pelo link – http://www.blog.saude.gov.br/index.php/promocao-da-saude/52612-18-de-maio-dia-nacional-da-luta-antimanicomial.

 

Secom/Prefeitura de Araras

Com informações do CAPS II “Idalina Corredor Victorello