Notícias / Ação Social
Publicado em: 07/04/2021 às 16:54
Secretaria de Assistência Social realiza entrega de mil cestas básicas
Os alimentos serão encaminhados às famílias em situação de vulnerabilidade social participantes de programas sociais e também em situação de insegurança alimentar causada pela pandemia
Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 3543-1700

 

A Secretaria de Assistência Social está realizando a entrega de mil cestas básicas durante esta semana. Em março, 2.511 cestas foram direcionadas pela pasta às pessoas mais necessitadas, que participam dos diversos programas sociais, mas também para quem procurou os Centros de Referência em Assistência Social (Cras) devido à situações emergências ocasionadas pela pandemia.  

Somente pelo PAF (Plano de Acompanhamento Familiar), o aumento no número de cestas é expressivo desde janeiro, quando 537 famílias receberam o benefício, número 421% maior que o mês anterior. Em fevereiro, 424 kits com alimentos não perecíveis foram entregues, aumento de 311% em relação ao mês de dezembro.

De acordo com o secretário de Assistência Social, Romildo Benedito Borelli (Baiano da Farmácia), o aumento na entrega se deve ao constante esforço da Administração Municipal em oferecer suporte às famílias que estão sofrendo os impactos da pandemia.

“Nós sabemos que diversas famílias estão passando por momentos difíceis, ainda mais nesse momento de agravamento da pandemia, onde muitas pessoas perderam seus empregos e fontes de renda. Por isso, estamos trabalhando intensamente para atender o maior número de pessoas. Cesta básica não é benefício, é uma necessidade pra essas famílias”, ressaltou.  

Para receber a cesta básica, o munícipe deve procurar o Cras mais próximo de sua residência, onde passará por avaliação socioeconômica que comprove a necessidade do benefício.

“Estamos realizando atendimentos emergenciais para as pessoas que não fazem parte do Cadastro Único e de outros programas sociais, que realmente estejam necessitando desses alimentos. Então, se for o caso, você pode procurar o Cras da sua região e os assistentes sociais farão o possível pra te ajudar”, completou Baiano.

 

Secom/Prefeitura de Araras